domingo, maio 06, 2007

Meu recado para Bento


Mais uma vez nos cruzaremos. Na realidade mais um encontro distante, da última vez num domingo frio de Roma nos vimos, na verdade eu o vi, longe, pequeno, distante. Um pontinho branco de uma janela, com uma pequena multidão abaixo. A voz amplificada o trazia para mais próximo, mas poderia até ser um sósia que nunca saberíamos. Desta vez, o encontro será bem mais distante. Eu só o verei pela TV e pelos noticiários dos jornais e revistas, por isto gostaria de deixar este recado.

Como sabes o Brasil é um país grande em extensão e diversidade. As pessoas vivem diferentes realidades, se amam de modos distintos, sofrem, se alegram, vivem todas as disparidades possíveis: regionais, salariais, de oportunidade, de acesso de todas as formas. Tratar o país como um bloco monolítico é um erro de avaliação. Mesmo que estejas somente em São Paulo, alí neste grande centro todas as diferenças e as diversidades se concentram e todas as injustiças se representam.

Não espere me ver rasgando fotos suas ou queimando sua bandeira amarela a branca, em praça pública, mas também não estarei – assim como boa parte do nosso povo - na ala dos que aplaudem idéias segregacionistas, excludentes e discriminatórias. O mundo anda, os costumes mudam e buscar compreender este movimento é também parte das suas atividades. Tente entender que cuidar da saúde própria e dos que compartilham conosco sentimentos ou intimidades é uma forma de se elevar, portanto se preservar é também uma medida de promoção da vida. Reflita que existem vários caminhos para quem convive com o universo das drogas, que se por um lado alguns poucos conseguem se livrar imediatamente, outros requerem medidas gradativas e uns convivem socialmente bem sem prejuízos a sí e aos outros. Analise a dor das mulheres que levam dentro de si o fruto indesejado de um ato de violência, de risco de vida ou cuja convivência só resultará em sofrimento. Seja mais flexível com os casais que tem a coragem de enfrentar uma separação e merecem uma outra chance de serem felizes, como uma porta para a realização e não como uma chaga social. Além disto, valorize acima de tudo o sentimento de amor que as pessoas carregam nas suas uniões, independente de sexo, construindo famílias e relações de companheirismo, mútua ajuda, construção e felicidade.

Boa parte do seu rebanho pensa diferente do seu entendimento sobre estes temas, e mesmo os que estarão lhe aplaudindo, também têm idéias diversas. Cuide para não se isolar e fique atento as luzes do Espírito Santo. Foi ele que inspirou o fim da fogueira para os que não concordava, a mudança de idéia sobre a escravidão de negros e de índios. As mesmas luzes levaram os pedidos de perdão recentes, que pelo ritmo devem se repetir num futuro próximo, e mais recentemente até o Limbo que aprendíamos na catequese foi abolido.

Existe em nosso país um amplo campo onde a justiça social cristã deve atuar. O acesso à educação e saúde é diferenciado e injusto. A divisão de terras é desajustada, os ricos estão cada vez mais ricos e massa de pobres aumenta. A corrupção é constante e a Justiça lenta e muitas vezes ineficiente. Se quiser destacar na sua luta estes pontos eu estarei ao seu lado na busca de transformação social, que valorize o ser humano e ajude o mundo a ser melhor. Assim sua presença será mais figura de esperança do que de medo e certamente sua visita será mais bem vinda entre nós.

17 comentários:

Descharth disse...

O que te posso dizer???

Infelizmente não podes ouvir o meu aplauso a essa maravilhosa crítica sem ataques furibundos e cheios d rancor e ódio, essa crítica é totalmente cristã e super bem elaborada...

Parabéns é uma crítica que deveria estar, não tão somente no seu blog,mas nas seço~es de cartas dos maiores jornais e revistas desse país!!!!

.laranja disse...

mew, eu acho esse Papa horroropéssimo!

gostava do Joapa2, mas ele morreu.
tomara que esse aí morra rápido tambem.

de boa, ele era nazista, mew! medaa!

marcio disse...

Olá, é fato que não queimarei cartazes pois quem brinca com fogo acaba se queimando, como diria minha vó. entretanto, longe de aplausos e, muiot possivlemente farei parte do coro que vaiará as arbitrariedades que se faz, ainda hoje em nome de Deus, do seu Deues, se a religão se apropriou e eaqueceu de senitmentos e valores nobres, tais como, amor, respeito, fraternidade, solidariedade entre outros... Vc, Sr. Bento, contribui para uma vida mais dificil onde as divergencias falam mais alto do que qualquer outra convergencia.
Abs Sr. Bento
Não o verei, e desde já desejo bom retorno, apra longe de meu país
Ass: Neman

Tarzan ® disse...

Legal o blog.


Blog Esponja ®
www.blogesponja.net

Ligia Beatriz disse...

Respeitosa a tua maneira de mandar o Papa a "p..q..p". Adorei. É uma lástima que a igreja católica ame mais seus "princípios" que aos seus fiéis, mas... é assim que eles mantêm o poder.
Ligia M.

Anônimo disse...

Concordo com voce.
Analise muito bem feita,Lastimo que os meios de comunicação não vão publicar seu comentário.
Helô

wellington disse...

muito bom seu posts
eu gostava tbm do João paulo 2
mas ele ser foi
mas espero q esse novo papa fasa o msm surceso dele

MaxReinert disse...

Querido Forrest Gump!!!

Parabéns pelo post!!!
Como diz a Lígia: "Respeitosa a tua maneira de mandar o Papa a "p..q..p". "
Bjzzzz

Beto de Jesus disse...

Liandro

Como sempre brilhante e lucido! Bjs
Beto de Jesus

Edson Luiz disse...

Bravo, bravo, e a única coisa que tenho a dizer, sobre seu texto, parabéns...

Quem sabe algum dia esse trexto não venha a ser lido numa nova visita no Brasil, por outro papa, o importante é que seja lido...

Polly disse...

O Bento deveria mesmo ler seu excelente post!!

(www.pollyok2.zip.net)

Itamar Matos (Ita) disse...

Perfeito LEE,

Pena que Joseph Ratzinger não verá isto! Eu espero ansioso o dia em que a IGREJA pedirá perdão aos homossexuais!

Abraços,

Alarcon disse...

Lee, vc leu meus pensamentos..rsrsrs...

Realmente a sutileza que a Ligia mencionou de vc respeitosamente mandar o papa a p.q.p, foi óooootima... kkkkk.. Mto bom.
Texto excepcionalmente centrado, lúcido e atual.
Temos realmente que cultivar a integridade de nós mesmos através de nossos valores de segurança, respeito, liberdade, diversidade. E seu texto reproduz mto bem isso.
Parabéns meu querido!!!
Abraços e saudades

licor de letras disse...

concordo com muito do que você disse..ai se ele lesse.
=)

Patrício disse...

Acho melhor esperar o próximo Papa, esse é muito conservador. Pelo menos é o que eu acho...

Teresa disse...

Como cristã que sou, concordo com tudo o que vc escreveu.

Anônimo disse...

O q eu posso dizer... Perfeito... só não foi melhor q a foto vc entregando o comentário pessoalmente... rsrsrsr
Bjus